quarta-feira, 22 de março de 2017

O Desmonte e Precarização das Políticas Públicas na Região, será Debatido na Rede de Atendimento da Criança e do Adolescente



Na próxima terça-feira, 28/03/2017, às 14h no auditório do Centro de Promoção da Criança e do Adolescente (CPCA), ocorrerá reunião da Rede de atendimento da Criança e do Adolescente, onde participarão representes das Escolas, rede de Saúde, assistência social, Instituições de Educação Infantil, Conselho Tutelar e demais segmentos, para debater e aprofundar sobre a prestação dos serviços na Região da Lomba do Pinheiro.

Nessa primeira reunião do ano, a Coordenação da Rede pontou como importante refletir sobre os aspectos do cenário da conjuntura politica Nacional, Estadual e Municipal que vem atingido diretamente aos serviços prestados e direcionados às famílias e às crianças e adolescentes do nosso bairro, com claro desmonte e precarização das políticas públicas.

Não tem como deixar de dialogar sobre as situações envolvendo a rede de assistência social, onde os técnicos encontram-se sem telefone para contatar com os usuários e demais encaminhamentos; As alterações da forma de atendimento aos alunos das escolas, alem de situações já relatadas por profissionais em que escolas da região tem atendido em quatro turnos, devido à crescente demanda  e infringindo substancialmente  regras preconizadas na LDB, bem como os vazios de saúde, que vem afetando o acesso de usuários, como é o caso das Comunidades das Quirinas.

Essa depressão social de  que passam os servidores públicos e demais profissionais da região, vem acarretando na sua saúde psíquica e por conseguinte as dificuldades aos atendimentos. Essas são apenas algumas das situações ilustrativas para exemplificar essa realidade. Certamente no decorrer da reunião serão salientadas outras e que consequentemente redundará em encaminhamentos apontando saídas.

A Rede de Atendimento da Criança e do Adolescente é um espaço extremamente importante para fortalecer e tecer planos e metas para um atendimento de qualidade, aos usuários da região como um todo, onde o poder público deve oferecer as condições necessárias para o êxito desse objetivo . Nesse dia também será debatido a formação da nova Coordenação, para que haja o exercício da alternância e melhor dinâmica no funcionamento da mesma.

A presença de todos os serviços, nesse dia é muito relevante, pois esses desmontes dos serviços e a precarização do trabalho tem afetado a todos, e por isso o debate coletivo se faz necessário com a participação de cada segmento. Agende-se, participe e divulgue!

Francisco Geovani de Sousa
pela Coordenação da Rede de Atendimento à Criança 
e ao Adolescente da Lomba do Pinheiro

terça-feira, 21 de março de 2017

Lomba do Pinheiro Realiza Atividades neste dia 22 de Março, Alusivas ao Dia Mundial da Água



Nessa quarta-feira, 22/03/2017, a Comunidade da Lomba do Pinheiro realizará atividades alusiva ao dia Mundial da  Água, organizada pela a Coordenação da Horta Comunitária da Lomba do Pinheiro, que além do cultivo de plantas, também tem se dedicado aos cuidados sobre a vida do Arroio Taquara. 

O evento ocorrerá a partir das 14h, nos fundos do Centro Cultural da Lomba do Pinheiro, na Parada 12A, onde é realizada as ações da Horta Comunitária. Esse evento do Dia Mundial da Água na Lomba do Pinheiro, cujo o tema é: UM ARROIO LIMPO É POSSÍVEL! ENTRE NESSA LUTA! Busca alertar os moradores da regão sobre esse bem precioso, mas em processo de degradação e necessitando uma consciência ampla de todos. 

Estudos dão conta que dois terços da Terra são cobertos por água, mas menos de 1% do total do líquido é potável. Foi nesse viés com o objetivo de debater sobre a consciência do consumo, da contaminação e da distribuição do recurso, que a Organização da Nações Unidas (ONU), criou em 22 de março de 1992, o Dia Mundial da Água, através da resolução A/RES/47/193, onde nessa data oficial se comemora e realizar atividades reflexivas sobre o significado da água para a vida na Terra.

Lideranças da região protagonizam e nesse dia se desencadeia um conjunto de atividades registrando essa data tão relevante para a região da Lomba do Pinheiro, que tem as principais vertentes que dão origem aos principais arroios da Capital Gaúcha, além de ser a única região da cidade com uma importante barragem com água potável e que já abasteceu o Centro de Porto Alegre, em décadas passadas, bem como a própria região. No entanto, carecendo de preocupação de todos.

Participem e ajudem a divulgar!!

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro

Início da Obra de Pavimentação na Quinta do Portal e Recreio da Divisa é Comemorado pelos Moradores





Depois de muita luta e efetiva participação no Fórum Regional do Orçamento Participativo (FROP), lideranças e delegados do OP das comunidades da Quinta do Portal, onde a rua João Pereira da Silva receberá obra de Pavimentação Comunitária, e no Recreio da Divisa, onde a Rua da Comunidade (que terá 1.033 metros) também será contemplada, marca a perseverança de luta dos moradores dessas comunidades, que se mobilizaram, hierarquizam e conquistaram essa importante demanda de infra-estrutura.

O ato de celebração de início da obra na Quinta do Portal ocorreu nesse dia 20/03/2017, às 10h e no Recreio da Divisa, nesta terça-feira, 21/03/2017, às 14h, onde em ambos os locais esteve presente o Secretário de Obras da SMOV, o senhor Eliseu Sabino, que foi acompanhado dos Conselheiros e Delegados do OP, lideranças e moradores dessas comunidades e da Região.

Parabéns aos lutadores sociais dessas comunidades, representadas pelos seus Presidentes: Miguel Costa e Sergio Santos e demais lideranças da região que apoiaram as suas demandas e junto festejam essas importantes obras para o nosso bairro como um todo.

No caso da obra de pavimentação da Rua da Comunidade, além dos benefícios de infra-estrutura que a obra trará para essa comunidade, também viabilizará uma proposta apresentada pelo Conselho Popular da Lomba do Pinheiro, protocolada junto a EPTC, que é a do ônibus Circular Pinheiro transitar por essa via, chegando até à Restinga. Mais informações acesse o nosso blog:http://cplombadopinheiro.blogspot.com.br/2016/09/apoio-comunidade-vila-herdeiros-e.html  Nesse link a seguir, reunião que tratou da Rua da Comunidade: http://cplombadopinheiro.blogspot.com.br/2014/08/liderancas-de-lomba-do-pinheiro-se-unem.html 

A unidade e perseverança tem como consequência positiva o resultado, a conquista! Boa luta a todos e a importante dedicação dos nossos Conselheiros do OP Ricardo, Rosi, Patricia, Eduardo e todos os delegados que estiveram atentos para essa realização. Conquista merecedora!!

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro  

sábado, 18 de março de 2017

CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA - Grande Audiência Pública Demarca Protagonismo da Lomba do Pinheiro





Na noite dessa sexta-feira 17/03/2017, mais uma vez as lideranças organizadas e comprometidas com a justiça social e contra todo tipo de descasos aos direitos de todos, protagonizaram na Lomba do Pinheiro,  um grande ato de cidadania ao promover uma Audiência Pública Contra uma das Reformas que afetará diretamente todos os cidadãos de norte a sul e leste a oeste, inclusive quem mora na Lomba do Pinheiro, ensandecidamente e defendida pelo Governo Federal, que é a Reforma da Previdência, que de forma disfarçada, acabará com a aposentadora de todos.

A mesma ocorreu no auditório do Centro de Promoção da Criança e do Adolescente (CPCA), que foi completamente lotado por lideranças, servidores públicos e moradores e demais seguimentos organizados da Região, de outros bairros, de representações sindicais, bem como, representantes dos gabinetes do Deputado Henrique Fontana, Maria do Rosário, vereador Marcelo Sgarbossa e Olibone. 

O propósito dessa audiência pública, organizada pelo movimento popular da região (Conselho Popular, Orçamento Participativo, Conselho do Plano Diretor, CORAS, Fórum de Justiça e Segurança, Paróquia Santa Clara, CPCA, servidores públicos e demais segmentos do bairro) é de proporcionar a população conhecimentos acerca do que a mesma afetará cada brasileiro, caso a mesma seja aprovada.

Para garantir um debate plural e dando possibilidade ao contraditório, o evento foi pensado em ser realizado com três momento distintos: uma fala técnica sobre o tema, outra apresentando os retrocessos da reforma e outra com a defesa da mesma. No entanto, de todos convidados contamos apenas com as falas técnicas muito esclarecedoras feitas por César Roxo - Presidente da Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (AGAFISP) e Dão Real Pereira dos Santos - Auditor Fiscal da Receita Federal do Brasil. Na sequencia também falaram a Deputada Estadual Stela Farias; Celso Woyciechowski representando a CUT/RS e o ex Ministro Miguel Rossetto. Os outros convidados - Deputado Alceu Moreira e Heitor Schuh, embora tenha havido insistente contato, não compareceram para apresentar suas defesas a essa danosa reforma previdenciária, que foi lamentável.

Foi um vento de muito bem proveito e de grande importância aos que participaram. Como bem diz o nosso represente no Conselho Municipal de Saúde de Porto Alegre, Gilmar Campos: "parabéns para a Lomba do Pinheiro por termos tido uma grande aula de cidadania, com esses esclarecimentos tão bem feitos por esses palestrantes".

De fato o Movimento Popular da Lomba do Pinheiro está de parabéns pela organização e realização deste grande evento. Necessário! Parabéns a todos que se engajaram e deram muito de si para o êxito dessa audiência pública sobre a reforma da Previdência.

Como encaminhamentos foram tirados: a INSTALAÇÃO DO COMITÊ DA LOMBA DO PINHEIRO CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA; panfleteações e debates nas escolas sobre o tema, e atos que possam incidir na não aprovação dessa PEC pelo Congresso e o Senado brasileiro. Todos são convidados a se engajarem na defesa do bem comum e do que é justo para todos. 

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro

segunda-feira, 13 de março de 2017

Movimento Popular da Lomba do Pinheiro realiza Audiência Pública Sobre a Reforma da Previdência



Será na sexta-feira, 17/03/2017, às 19h no auditório do Centro de Promoção da Criança e do Adolescente (CPCA), situado na Estrada João de Oliveira Remião, que será realizada a grande audiência Pública sobre a Reforma da Previdência, onde o propósito é esclarecer aos moradores da região da Lomba do Pinheiro e demais interessados, o teor dessa reforma, bem como o que vai trazer de prejuízo ao conjuntos da população como um todo.

O debate terá como roteiro, uma fala técnica feita pelo Auditor Fiscal da Receita Federal Dão dos Santos e pelo Presidente da Associação Gaúcha dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (AGAFISP), César Roxo; Cludir Nespo, Presidente da CUT/RS que junto da Deputada Maria do Rosário farão uma fala sobre os pontos de retrocesso dessa Reforma; e também foram convidados os Deputados Alceu Moreira e Heitor Schuh, que se aterão sobre a defesa da referida reforma.

A audiência conta com o empenho de todos os seguimentos do Movimento Popular da Lomba do Pinheiro (Conselho Popular, Orçamento Participativo, Conselho do Plano Diretor, CORAS, Fórum de Segurança, Paróquia Santa Clara, CPCA, demais instituições e servidores públicos da região (Assistência, educação, saúde...).

Será realizada ampla mobilização convidando a população para esse evento, a começar pelo ato a ser feito na entrada da Lomba do Pinheiro, a partir das 7h nessa quarta-feira 15/03 - com participação de servidores públicos, da rede conveniada e demais lideranças do bairro; quinta-feira à tarde contaremos com o apoio do SIMPA que vai passar com carro som, alem de cinco mil panfletos que serão distribuídos em geral. Também, no ultimo fim de semana foi feito divulgação nas missas que ocorreram na paróquia.

É importante que todos se atenham sobre essa REFORMA DA PREVIDÊNCIA, pois atingirá a todos os brasileiros trazendo prejuízos irreparáveis, para os que já contribuiriam e principalmente a juventude que ainda irão ingressar no mercado de trabalho.  

Agendem-se, participem e ajudem a divulgar.  A presença de todos é fundamental para manifestarmos o nosso descontentamento com esse retrocesso, onde os direitos de todos estão sendo atacados.

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro

domingo, 12 de março de 2017

Iniciou-se o Curso de Português para Haitianos residentes na Lomba do Pinheiro





Na manhã deste sábado 11/03/2017, no salão da Paróquia Santa Clara, situada na parada 10, deu-se início ao Curso de Português direcionado aos migrantes Haitianos, residentes na região da Lomba do Pinheiro, que tem dificuldades de acesso aos serviços públicos, bem como ao ingresso no mercado de trabalho por dificuldade do seu idioma predominante Kreolo ou francês.

Foi grande a adesão dos mesmos ao ingresso nesse curso. Moram em diversas comunidades e vivem em alugueis de imóveis locados, e para facilitar o pagamento, vivem em grupos no mesmo domicílio. Quando trabalham, o que ganham é dividido entre a manutenção de sobrevivência, custo do aluguel e remessa aos familiares ainda no Haiti.

O Curso, que também deve agregar Haitianos residentes no Morro da Cruz, por solicitação dos mesmos, deve ter sequência até o mês de maio. É uma parceria importante com o Centro de Pastoral e Solidariedade da PUC/RS, Faculdade de Letras da PUC/RS, Paróquia Santa Clara da Lomba do Pinheiro; Conselho Popular da Lomba do Pinheiro e Cáritas Arquidiocesana de Porto Alegre.

O mesmo ocorrerá na Paróquia Santa Clara entre os dias 11/03/2017 até 27/05/2017, no sábados entre os horários das 10h às 12h, com turmas de no máximo 20 pessoas. Será dividido em cinco módulos: 1 - Cumprimentos e apresentação; 2 - Localização e transporte; 3 - Alimentação e saúde; 4 - Mundo do Trabalho; e 5 - Cultura e Lazer. 

O Curso busca o desenvolvimento da competência em nível elementar da língua portuguesa no que diz respeito à capacidade de uso adequado da língua, por meio de tarefas que exploram situações cotidianas, englobando as culturas e as práticas sociais que as representam. As habilidades envolvidas tanto na compreensão como na produção oral e escrita são trabalhadas de forma integrada, como ocorrem em situações de comunicação.

Os conteúdos programáticos serão desenvolvidos com textos e estruturas básicas da língua portuguesa falada no Brasil, com ênfase nos modos, tempos, e aspectos verbais (presente, passado e futuro) e no vocabulário utilizado em situações de primeiro contato com a língua e com a cultura brasileira (instruções, rotina, hábitos, lazer, clima, vestuário, alimentação, transporte, compras, saúde, comportamento, etc). 

O curso será distribuído em cinco procedimentos metodológicos: a) atividades contextualizadas de acordo com o tópico a ser trabalhado; b) atividades de leitura de texto de gênero diversos; c) desenvolvimento da expressão e compreensão da escrita; d) exercícios de esforço de estrutura gramaticais e de itens lexicais de expressão e compreensão linguística; e, e) organização de visitas guiadas a setores diversos. 

Contará com corpo docente composto pelas professoras Regina Kohlrausch; Cristina Perna e dos alunos de mestrado e doutorado do Programa de Pós-Graduação em letras da PUC/RS. É uma importante atividade proporcionada aos mesmos, que além do conteúdo programático, também os beneficiará por uma gradativa aproximação e integração entre os mesmos.  

Nesta primeira aula, inaugurada nesta data, o que se percebia erá uma motivação dos mesmos que compareceram com seus núcleos familiares, onde as mães compareceram com seus rebentos, alguns com nacionalidade já brasileira. Essa iniciativa fortalece o princípio da solidariedade, onde esse trabalho de campo proporciona o caminho para condições dignas merecida por esse povo.

Esses Haitianos goza de um apoio fundamental realizado pelo trabalho social desenvolvido pela Paróquia Santa Clara, na parada dez da Lomba do Pinheiro. Mais informações sobre atividades já realizadas com os mesmos, acesse no link: http://cplombadopinheiro.blogspot.com.br/2016/12/atividades-do-conselho-popular-em-2016.html 

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular 
da Lomba do Pinheiro  


quinta-feira, 9 de março de 2017

Conselho Distrital de Saúde Promove Grande Plenária para discutir problemas da Saúde na Região





Na noite desta quarta-feira 08/03/2017, foi realizada reunião promovida pelo Conselho Distrital de Saúde da Lomba do Pinheiro, onde estavam presentes, além de dezenas de lideranças da região, do Conselho  Municipal de Saúde da Capital, também estava presente o Dr. Tiago representando o Secretário de Saúde, juntamente com a Gerência de Saúde.

A Plenário foi coordenada pelo Coordenador do CDS, Carlos Pinheiro e foi proporcionada com intervenções feitas por diversas representações das comunidades da região da Lomba do Pinheiro, onde de forma contundente cobraram sobre pendencias de demandas, já feitas pelo CDS e sem retorno, o que vem provocando a precarização da saúde ao atendimento dos usuários da região.

Na ocasião foi entregue pelo coordenador do CDS, documento sistematizado com um conjunto de demandas pedentes para que a Secretaria de Saúde responda à Região. Na dinâmica da reunião, para cada cinco intervenções, Dr. Tiago respondia aos questionamentos. 

Como encaminhamento, ficou de ser passado ainda no dia de amanhã (09/03/2017, retorno da  secretaria de Saúde, sobre o RX do PA da parada 12, e as demais demandas pontuadas no documento entregue na reunião, bem como as surgidas nas intervenções feitas pelas lideranças, para em trinta dias o retorno.

Mas uma vez a região da Lomba do Pinheiro demonstra sua unidade na defesa do bem comum da região, como um todo, e o Conselho Distrital de Saúde de parabéns por essa importante iniciativa em busca da melhoria da saúde do nosso bairro. Aguardaremos o retorno! Parabéns a todos pela importante reunião.

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular 
da Lomba do Pinheiro    

quarta-feira, 8 de março de 2017

Lideranças da Lomba do Pinheiro Cobram Conclusão da obra da Praça do CEUS





Na tarde desta quarta-feira 08/03/2017, a Comissão de Acompanhamento da obra da praça do CEUS, situada no Centro Cultural, na parada 12A, reuniu-se com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS), para obter retorno acerca dos andamentos dessa obra.

Inicialmente a assessora no Gabinete da SMDS Denise Flores, informou que reuniu-se coma SMOV e Secretaria da Fazenda para uma avaliação das condições correspondente à construção daquela unidade, bem como para realizar um cronograma que ofereça condições para a execução da obra.

Informou que a empresa MFHP, findou seu contrato para o "CEU Lomba", em 13 de dezembro/16, deixando a obra inacabada. As circunstâncias, segundo a assessoria jurídica da SMOV, apontam para medidas de responsabilização da empresa.

Será produzido um parecer técnico levando em consideração a degradação da obra e o que ainda resta fazer, sob responsabilidade da SMOV; a partir deste parecer, uma nova licitação poderá ser aberta. Leva-se em consideração que a tramitação pela Caixa Econômica Federal, para a análise de documentação e pareceres técnicos, segundo experiência anterior, leva em torno de 30 dias.

Uma próxima reunião com o Ministério da Cultura/Caixa Econômica tem como data o dia 22 de março. Nessa reunião às secretarias serão chamadas À comparecer para tratar das duas obras do CEU em andamento na cidade. Antes, porem, os técnicos da SMDS e Fazenda, farão uma reunião com a técnica social da CEF, para início a reprogramação da retomada de trabalho e solicitar celeridade, levando em consideração a Portaria do Ministério  que determina o prazo para respostas defenitivas sobre a conclusão da estrutura.
  
A construção está parada já faz um bom tempo. Devido esta situação, parte do que já foi construído encontras-e em estado de deterioração. No decorrer de 2016 a Comissão provocou várias reuniões para exigir posição da Prefeitura de Porto Alegre, conforme pode ser visto  no link: http://cplombadopinheiro.blogspot.com.br/2016/04/ceus-o-descaso-de-uma-obra-na-lomba-do.html.

Após a apresentação da atual situação do processo, descrita acima e rodada de intervenção das lideranças presentes, foi registrados os seguintes encaminhamentos: 

1- Estabelecer um fluxo de comunicação entre a SMDS e a Comissão do CEU da Lomba, onde sejam definidos prazo e responsáveis por cada etapa que se estabelece a partir de então. (a Comissão já instituida é composta por: Ricardo, Rosi, Geovani, Tavama, Diaran, Bruno, Vosmar, Rômulo, Leonilda, Patricia, Cláudia), Este fluxo de comunicação envolve um grupo de WhatsApp (já existente3) e email para facilitar a comunicação.

2- A realização de uma auditoria sobre a Obra paralisada;

2 - Vetar possibilidade da empresa MFHP, que estava encarregada da construção, de concorrer novas licitações, pois já é reincidente com situação semelhante como a obra do CEUS e Escola São Pedro, onde também deixou a desejar;

3 - Em virtude das informações que veio do COP (Conselho do Orçamento Participativo), sobre a situação financeira da Prefeitura, e que isso pode emperrar ainda mais sobre o andamento da obra. Foi proposto na reunião que se opte pelas Contra partidas que são embasada na Lei de Operação Consorciada da Lomba, como uma das alternativas a ser imprimida a partir dos novos empreendimentos imobiliários, instalados na região, para serem contemplados na conclusão dessa obra. Tal proposta carece diálogo entre o Conselho do Plano Diretor junto com os delegados da região e as secretaria concernentes, que também verificarão junto as suas instâncias da prefeitura sobre o caso. A segunda possibilidade deriva do passivo do TCV., bem como outros meio de captação de recursos.

4 -Ficou agendado para o próximo dia 20/03/17, às 19h, nova reunião para obtenção do retorno dos encaminhamentos tirados, entre SMDS e Comissão da Praça CEUS..

Todos atentos para o bom andamento desse investimento para a região.

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular 
da Lomba do Pinheiro 


sábado, 4 de março de 2017

Sob Protestos a Escola Guerreiro Lima Inicia as Aulas da Rede Municipal de Porto Alegre



Nessa segunda-feira (06/03/2017) inicia-se o ano letivo para centenas de alunos da rede municipal de Porto Alegre. As mudanças anunciadas pelo atual Secretário de Educação não agradaram a categoria de professores e comunidade escolar, gerando muitos protestos.

Tantos os sindicatos como a categoria como um todo já manifestaram suas descontentações e para isso realizaram protestos. Na noite dessa sexta-feira, uma grande plenária marcou a véspera do início das aulas. Numa grande plenária envolvendo, professores, pais, funcionários, alunos e lideranças comunitárias da região da Lomba do Pinheiro, foi informado sobre essas mudanças, bem como o descontentamento da direção da escola e das demais sobre a forma que foram implementadas.

Da mesma forma, outras escolas da região também estão se manifestando sobre esse ocorrido. Na segunda-feira, será a vez da Escola Saint Hilaire que fará sua manifestação na recebida dos pais e alunos, nesse início e aulas. O caso se proliferará e certamente será pauta do Conselho Popular, que reforçara essas lutas em beneficia de toda comunidade escolar e o futuro da Educação municipal.

De acordo com o novo "prefeito Nelson Marchezan Júnior e o secretário municipal de Educação, Adriano de Britto Agora, os alunos terão aumento de três horas e 45 minutos em sala de aula com os professores".

Já a carga horária dos professores terá ajuste de 15 minutos a mais por semana. Com as alterações, os docentes terão 7 horas e 15 minutos de hora/atividade por semana - antes eram 7 hora e 30 minutos. As mudanças passam a valer a partir do início das aulas, no dia 6 de março.

Joje, as aulas vão das 7h30 ao meio dia. São cinco períodos de 50 minutos e mais o horário de intervalo, de 20 minutos. No horário de aula, estão incluídos o café da manhã e o almoço dos alunos. Com isso, os professores têm direito a uma folga semanal. Além disso, nas quintas-feiras, as aulas terminam às 10h, para a reunião pedagógica nos dois últimos períodos.

Com a mudança, as aulas serão das 8h ao meio-dia, com períodos de 45 minutos e mais o horário de intervalo, de 15 minutos. Os alunos chegarão antes, às 7h30, para o café da manhã. O almoço também fica fora deste horário, com o apooio dos servidores das escolas e sem a presença dos professores. Não haverá mais folga semanal e durante as reuniões pedagógicas, o aluno fica em sala de aula, com um professor auxiliar".

Já a "Associação dos Trabalhadores em Educação Porto Alegre reclama que os alunos passarão a ficar na escola sem acompanhamento. "Não conseguiremos concretizar o que o secretário está colocando como ampliação da jornada dos alunos sem a presença dos professores na escola. Reduzindo a Jornada dos professores, ele reduz exatamente o que está colocando aqui, que a proposta é aumentar o tempo de interação professor aluno, qualificar essa interação de ensino e aprendizagem", protesta a diretora da entidade, Janize Teixeira Duarte". 

A professora e diretora geral do Sindicato dos Municipários (Simpa), Luciane Pereira da Silva, defende que as refeições são pedagógicas e considera fundamental que os professores acompanhem os alunos em ambos os momentos. "Nós damos muito valor para essa questão da socialização do aluno. Se diminui a hora do aluno, no mínimo nós garantimos hoje 20 hora e 30 minutos semanais para o aluno, com professores qualificados de todas as áreas de conhecimento. Apesar da precarização do trabalho, da terceirização que se amplia na educação, e da falta de segurança, nós garantimos isso", sustenta a professora.      

Diante desse quadro dramático e tenso em que se iniciam as aulas em Porto Alegre, em particular na Lomba do Pinheiro, não tem como o Movimento Popular da Região não se posicionar. O Conselho Popular organizará agenda em breve com todo o seguimento para tratar de encaminhamentos sobre o tema.

Pelos direitos de todos e em defesa do que é justo sempre nos uniremos.

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Falta de Objetividade nas Respostas da EPTC eleva indignação da Comunidade





Na noite desta quinta-feira, 23/02/2017, em plenária chamada pelo Conselho Popular da Lomba do Pinheiro, lideranças e moradores da região que participaram da plenária, com o objetivo de tratar de gargalos e precariedades do transporte coletivo da região, causou indignação aos presentes devido a falta de objetividade nas respostas da EPTC aos questionamentos feitos pelos moradores.

Participaram da reunião o senhor Flávio (assessor técnico) e o senhor Márcio Ramos (Novo assessor comunitário) ambos representando a EPTC, Diretores da UAMPA, assessorias dos gabinetes dos vereadores Olibone, Sofia Cavedon, Marcelo Sgarbossa, Moisés Barbosa e Deputada Manuela D'Avila, bem como dezenas de lideranças e moradores das diversas comunidades da região da Lomba do Pinheiro.

Outros convidados não atenderam o chamado para a reunião. O Tribunal de Contas do Estado (TCE) alegou que tinham compromissos já agendados e os demais conselheiros em aula noturna; a ATP ficou protelando até não justificar nada pela ausência; e a presidência da Câmara de Vereadores, nem se agendou para participar e nem delegou representação, mesmo com ligações feitas ao gabinete.

Os descasos com o transporte vem se ampliando, ano após anos. A frota, as linhas e tabelas horárias são relativamente as mesmas de décadas, mesmo com o bum demográfico que a região teve nos últimos anos. Lucro certo e líquido das empresas e o sofrimento dos usuários só piora. É a falta de fiscalização, sucateamento da frota, adequação de novas linhas e tantos outros problemas levantados na reunião. Até o ônibus articulado (“o famoso minhocão que circulava na linha Pinheiro, já não se ver mias o mesmo circulando).

A insistência do Conselho Popular com essa Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), vem de longa data, buscando qualidade do serviço que deve ser prestado com excelência à população, mas os retornos são paulatinos e paliativos sem tratar na raiz da causa.

Em fevereiro de 2014, após amplo debate com lideranças de toda região foram pontuados um conjunto de demandas, visando melhorias, em vários aspectos, porém são remotos os retornos das respostas. Quem tiver curiosidade sobre esse documento, leia a íntegra do mesmo no link: http://cplombadopinheiro.blogspot.com.br/2014/02/uma-proposta-para-alem-do-ar.html 

Nesta plenária, que foi convocada para debater demandas pontuais da região, bem como a preocupação com o descaso com a falta de uma política pública e clara, sobre o transporte coletivo da Capital, que deixa a população refém dos conchavos empresariais e a luta dos trabalhadores por valorização do seu trabalho, onde se acenam para supressão de benefícios, redução de frota e aumento exorbitante da passagem; foi frustrante a expectativa dos presentes, pois pouco ou nada foi respondido.

Além do documento acima postado no link, com o conjunto de demandas, temos ainda a necessidade de ajuste de novas linas, como é o caso da ampliação de horários e incrementação do itinerário da linha Circular Pinheiro, bem como sobre adequação da linha Lotação.

É visto que essa luta está somente começando. Reside mais uma preocupação do Conselho Popular com essa nova filosofia da relação comunitária dessa EPTC, que sempre preservou incidir nas questões do transporte na região, buscando tratar nesta instância de organização popular através da sua Comissão de Transporte, os problemas desse serviço, de forma macro e não tratativas no varejo, não dialogando com o todo. Repudiaremos qualquer prática clientelista ou de troca de favores, caso se opte por uma metodologia fragmentada.

Continuaremos atentos e previdentes pelo zelo com a qualidade do serviço à nossa população. Ficaremos aguardando os retornos das demandas já apresentadas por escritos anteriormente, bem como as pontuadas nesta plenária, em uma nova reunião que ocorrerá nos próximos trinta dias, sob pena de buscarmos novas alternativas de pressão ao poder pública, negligente com às demandas, caso não haja retorno satisfatórios.

Uma comunidade unida e articulada tem seus anseios mais plausíveis e atendidos frente aos seus objetivos. A direção do Conselho Popular agradece a participação de todos que atenderam o chamado para esta plenária, e espera contar sempre com essa disposição, em benefício de todos.

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular 
da Lomba do Pinheiro

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Transporte Público Será Pautado em Plenária do Conselho Popular

Na noite dessa quarta-feira, 15/02/2017, o Conselho Popular reuniu lideranças da região para organizar as agendas de lutas para o ano 2017, conforme planejamento já realizado. Dentre os participantes, estiveram presentes, também, os conselheiros do OP, Plano Diretor, CORAS, Fórum de segurança, Saúde, associações de moradores, entre outros segmentos.

Após amplo debate acerca dos nove pontos, conforme consta no link: http://cplombadopinheiro.blogspot.com.br/2017/02/conselho-popular-organizara-calendario.html, foi visto duas agendas de interesse imediato, ou seja, UMA PLENÁRIA PARA DEBATER A PROBLEMÁTICA DO TRANSPORTE COLETIVO, cuja agenda já está marcada para o próximo dia 23/02/2017, às 19h, no CPCA, onde são convidados - EPTC, ATP, Tribunal de Contas do Estado (TCE) e Câmara de Vereadores, além, é claro, de todas lideranças da região e demais interessados.

Todos são sabedores que as empresas de ônibus da Capital, preparam um pedido para o aumento da passagem de ônibus, onde o Sindicato das Empresas (Seopa) faz cálculo com base no pedido do reajuste dos rodoviários, número de passageiros transportados, preço do combustível e gasto com manutenção dos veículos. 

Para contornar interesses chegam a cogitar a diminuição no número de viagens, alterando a tabela horária para menos o que sufocara ainda mais a vida de quem usa esse tipo transporte. Já é sabido que o sofrimento atual dos usuários é gritante, cujo apelo é para ampliação dos horários e não diminuição com se propõem. Não é possível que a população mais uma vez pague o preço do interesse dos que já lucram bastante.  

A pauta sobre a mobilidade urbana e qualidade do transporte público é recorrente nas agendas do Conselho Popular. Sempre foi propositivo em temas complexos, como foi o caso da licitação quando apresentamos um documento com um conjunto de apontamentos acerca da questão. Neste momento não será diferente, para isso estamos chamando as autoridades acima citadas e toda a comunidade para poder contribuir em alternativas favoráveis ao conjunto da população. Todos já foram convidados e a EPTC já confirmou presença.

O outro tema aprovado na noite passada foi a realização de UMA AUDIÊNCIA PÚBLICA SOBRE A REFORMA DA PREVIDÊNCIA, um assunto em voga e que vai atingir todos trabalhadores em geral, com as suas devidas consequências. Para isso, alem de convocar toda região para o dia 17/03/2017 se fazerem presentes, estão sendo convidados quatro palestrantes para apresentar as questões técnicas sobre o assunto, o relator da proposta no Congresso e outros dois parlamentares para fazerem o contra ponto dessas alterações.

Não há como ficar de fora desses temas que mexe com a vida da nossa população como um todo. É nesse sentido que o Conselho Popular esta sendo protagonista e chamado todos para esse importante momento, em que vivemos na nossa conjuntura atual, em todos os âmbitos. Se agendem, participem e ajudem a divulgar!

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular 
da Lomba do Pinheiro 

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Conselho Popular Organizará Calendário de Ações para 2017

Na próxima quarta-feira, 15/02/2017 às 19h no CPCA, realizaremos reunião geral do Conselho Popular da Lomba do Pinheiro, com o objetivo de sistematizar agenda do Conselho Popular, cujo planejamento foi feito em dezembro.

São convidados todas lideranças da região, para participar da mesma. Os temas já aprovados são os seguintes:

ATIVIDADE
OBJETIVO
Concurso para Escolha do Logo do Conselho Popular
Criar identidade do Conselho Popular com um logo com sua marca. 
Dia Internacional da Mulher
Organziar atividade para debater sobre o dia da mulher
SEMINÁRIO: Os Impactos do Crescimento Demográfico da Lomba do Pinheiro e as Metamorfoses da Democracia Participativa - OP
Criar espaço de debate e reflexão sobre os impactos sociais do crescimento demográfico da região, bem como proporcionar uma análise sobre as mudanças e rumos acerca do Orçamento Participativo. 
Curso de Português para Haitianos
Parceria já estabelecida cm a PUC/RS, cujas aulas se iniciarão em março.
Mobilidade Urbana e a Qualidade do Transporte Coletivo na Região
Retomar discussão sobre a Extensão da Avenida Ipiranga e criar fóruns de debates sobre a  mobilidade urbana do bairro e reativar, junto com a Comissão de Transporte a cobranças sobre as demandas do transporte coletivo.
Meio Ambiente – Atividade Interativa e descentralizada
Fazer uma discussão sobre as questões ambientais da região, desenvolvendo atividades iterativas, tipo TUR, conhecendo os vários pontos da região e apontando alternativas ...
Curso de Formação Para Lideranças
Cria programa para reedição do Curso para Lideranças da Lomba do Pinheiro.
Conjuntura Nacional – Os efeitos da reformas: Previdência; trabalhista... que mexe na vida de todos?
Promover ações e debates sobre as movimentações da Conjuntura nacional, envolvendo o maior numero de instituições e segmentos da região e da cidade.
Praça da Juventude??
Cobra do poder público resolução sobre a obra parada no Centro Cultural, para não se tornar mais um "elefante branco" sem solução.

Todos são convidados para contribuir na construção desse calendário de lutas.

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Unidade de Saúde Panorama Ganhou Ampliação da Sua Estrutura Para Melhor atende a População





Foi na tarde dessa quarta-feira, 28/12/2016 que foi comemorado pelas lideranças comunitárias da região, pelos trabalhadores de saúde e moradores da Lomba do Pinheiro, a entrega da obra de reforma da Unidade de Saúde (US) Panorama, situada na parada 16, feita pelo secretário municipal de Saúde de Porto Alegre, Fernando Ritter. 

Essa Unidade de Saúde é uma das pioneiras da Lomba do Pinheiro, construída ainda na década de 1970 e até então tinha apenas 227 metros quadrados construídos. Porém a região cresceu demograficamente e os serviços prestados por ela já não atendia mais as necessidades da população. O ponto alto desse estrangulamento do atendimento ocorreu com a chegada dos moradores do primeiro empreendimento  imobiliário (em apartamentos) habitado na parada 17, que a US não teve como atendê-los e gerou muitos protestos encabeçados pelo Conselho Distrital de Saúde, Conselho Popular e demais lideranças da região.

É nesse diagnóstico feito que lideranças da Região, puxadas pelo Conselho Distrital de Saúde, Conselho Popular e Associação Comunitária da Vila Panorama que Hierarquizou como demandas Prioritárias no Orçamento Participativo, que a mesma ganhou viabilidade de recursos e possibilitou a obra de qualificação, sendo ampliada então para 500 m² e responsável pelo atendimento de mais de 11 mil usuários na região, cujos custos do investimento foi de R$ 1,3 milhão.

Para o secretário Ritter, a reforma da Unidade Panorama é exemplo de melhoria bem estruturada na área da saúde. "Essa qualidade precisa existir em todas as nossas estruturas para levar dignidade aos trabalhadores e moradores da região. No mesmo rumo acrescentou a Coordenadora da Atenção Básica da SMS, Vânia Frantz que "estamos falando de uma obra de primeiro mundo para uma comunidade que merece". A Dra. Rosa Maria Teixeira Gomes, Coordenadora da US, ressalta que as modificações da estrutura física beneficia não somente os usuários, mas também os trabalhadores.

Com a reforma o novo prédio ganhou: pintura externa e interna, troca de piso e revestimentos, além da substituição da cobertura. A Unidade também recebeu uma nova rede elétrica interna, readequação do layout interno e toda a revisão da rede hidrossanitária. Além, que agora os consultórios são climatizados e informatizados, bem como passa a possuir mobiliário novo. Duas cadeiras odontológicas também foram adquiridas para o espaço.

A US Panorama conta com dois pediatras, dois ginecologistas, três médicos da saúde da família, dois enfermeiros, dois dentistas, um auxiliar de saúde bucal, dois agentes de endemias, onze técnicos em enfermagem e dois estagiários. Conta ainda com os grupos de odontologia, gestantes, tabagismo, saúde mental, mamãe e bebê, pré-natal, anticoncepção, convivência e de prontuários novos. 

O evento foi celebrado com festa pelos presentes, pois a reforma representa a melhoria do atendimentos aos usuários da região e proporciona melhores condições de trabalho aos profissionais dessa US. Ratifica a importância do Controle Social e a organização popular, protagonizada pelas lideranças da região, cuja luta tem seu marco a partir da realização de uma demanda concretizada, que ao ser ouvida e atendida pelo poder público tem o merecimento da comemoração por todos - comunidade e gestores. 

O movimento popular da Lomba do Pinheiro, representado neste ato pelo Conselho Distrital de Saúde, Conselho Popular, conselheiros do Orçamento Participativo, Plano Diretor e demais lideranças presentes, conclui 2016 com sensação do dever cumprido, apesar das duras dificuldades vivenciadas no decorrer do ano. Parabéns a todos por mais esse momento e que o próximo de 2017 seja marcado com muitas outras conquistas relevantes.


Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro

terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Lomba do Pinheiro e o Caos da falta D'água



Anos após anos o agravamento da falta d'água na região da Lomba do Pinheiro vem se acentuando. O início deste verão, esse quadro tem marcado a vida dos moradores do bairro de forma revoltante, pois os dias tem ficado sem água nas torneiras e só voltando na madrugada.

Na manhã desta terça-feira, 27/12/2016 lideranças de vários seguimentos e comunidades da região se reuniram com o Diretor Geral do DMAE acompanhado dos seus técnicos e gestores do CAR Lomba, onde foi tratado sobre o problema. 

O Diretor Elisandro explanou inicialmente o sistema de distribuição d'água na cidade: Estação Menino Deus e Belém. Disse ser sabedor do que vinha ocorrendo e argumentou o elevado consumo nesse período do ano.

Pela Coordenação do Conselho Popular foi cobrado a falta de planejamento do abastecimento d'água para esta região da cidade, que cresce diariamente sem qualquer alteração da rede abastecedora, desde 2001, a não ser o desativamento da Barragem da Lomba do Sabão em 2013, que abastecia parte da região até aquela época. 

Até 1994 parte da região era abastecida pela CORSAN, às comunidades advindas de Viamão que foram anexadas à Porto Alegre, em 1992: (Santa Helena, São Pedro, Serra Verde, Santa Filomena, Bonsucesso e Vila Panorama). Em abril de 1995, após pressão das lideranças da região, em razão das constantes faltas d'água, a prefeitura ativou em caráter de emergência a Estação da parada 13, momento que foi ativado o sistema do DMAE a essas comunidades e ativado também, a caixa d'água da parada 18.

Em 2001 passou-se a ter o abastecimento da água vindo de Belém Novo e o bairro teve outra realidade sobre a distribuição de água ao bairro. Porém, de lá para cá nada mais foi feito estruturalmente, embora o crescimento demográfico da região tenha crescido imensamente, além da ampliação na zona sul que é servida pelo mesmo sistema. Aos invés de ampliação se teve a desativação da Barragem!!!

As demais lideranças presentes ratificaram a mesma realidade e exposto a indignação do moradores com esse quadro. Que já ocorreram paralisações como protesto e está previsto novos, caso não haja resolução.

Pelo DMAE foi cobrado o uso indevido da água nesse período e dito que já existem projetos feitos, faltando apenas ser implementados. Falaram ainda sobre a necessidade de aquisição de reservatórios nas residencias e das fugas d'água.

Comprometeram-se em priorizar carros pipas em momentos pontuais, desenvolver uma campanha sobre o uso devido da água, promover análise para reativação da Barragem da Lomba do Sabão e dar prioridades no andamento dos projetos de obras estruturais ao abastecimento d'água na região.

Sobre as paralisações foi dito ao Diretor que não teremos controle sobre a indignação da população, caso o quadro não seja contornado. Pelo mesmo foi dito que essa realidade só se solucionará com a execução dessas obras estruturais, mas irão estar atentos para esse quadro das faltas da água. O CAR Lomba do Pinheiro ira está de plantão nos casos de necessidades de carros pipas em casos elevados de falta d'água.

A Lomba do Pinheiro, através de suas lideranças, atentas aos descasos do poder público. Estaremos sempre vigilantes e tomando as providências necessárias, quando for o caso.

Acesse link sobre postagem feita pelo DMAE sobre a reunião: http://www2.portoalegre.rs.gov.br/dmae/default.php?p_noticia=191045&DMAE+DEBATE+ABASTECIMENTO+COM+LIDERES+DA+LOMBA+DO+PINHEIRO.

Francisco Geovani de Sousa
Coordenador do Conselho Popular
da Lomba do Pinheiro